13/03/2017 

A vez do Consultor Comex - 2

Edição 211

O que faz um consultor de comércio exterior? Entre tantas profissões regulamentadas da área, qual é o seu papel? Onde ele entra na operação?

 

Para responder a estas questões vamos entender a anatomia de uma operação de comex. Em qualquer negócio, na importação ou na exportação, temos cinco etapas ou fases.

 

A primeira etapa é a comercial, quando um importador e um exportador concretizam um negócio, perfazem um contrato de compra e venda internacional. Quem trabalha aqui é o trader, ainda que seja o próprio dono das empresas fazendo o papel de trader.

 

Fechado o negócio, importador e exportador precisam cumprir os requisitos legais dos seus respectivos países para performar o negócio como, por exemplo, obter licenças, certificações, registros,etc.

 

Esta etapa chama-se administrativa, não no sentido gerencial, mas no sentido de cumprimento dos tratamentos administrativos na importação e na exportação. Quem opera aqui é o despachante aduaneiro e no, Brasil, o órgão é o Decex do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

 

A terceira etapa é a logística quando então acontece um transporte internacional e serviços correlatos como seguros, aluguel de contêineres,etc. Quem opera aqui são os transportadores e agentes de carga.

 

Antes e depois do transporte internacional acontece uma etapa aduaneira, área por definição do despachante aduaneiro quando ocorre um despacho de exportação e de importação. O órgão que regula esta etapa no país é a Receita Federal do Brasil.

 

Finalmente, temos uma etapa cambial, cujo momento é definido no contrato, quem opera são os bancos e corretores de câmbio e é regulado no país pelo Banco Central do Brasil.

 

E onde entra o Consultor Comex nesta história? Primeiro, ele entra ajudando o importador ou exportador a montar a sua "equipe" terceirizada de intervenientes: traders, agentes de carga, transportadores, despachantes e outros.

 

Parcela relevante dos problemas operacionais das empresas está na inadequação dos perfis profissionais destes intervenientes e o dos importadores e exportadores.

 

Depois o Consultor Comex faz a interface técnica com estes intervenientes visando a resolução de problemas coordenando-os no sentido se ter um trabalho em "equipe" e não somente vários prestadores de serviço agindo isoladamente, outro problema comum.

 

Nas micro, pequenas e mesmo em médias empresas, o Consultor Comex está bem no meio da anatomia da operação fazendo o papel de gestor da operação, inclusive comercial, terceirizando por completo o departamento de comércio exterior de importadores e exportadores.

 

Há um mercado enorme de empresas que querem importar e exportar e precisam de um Consultor Comex para gerir os negócios e operações assim como há dezenas de empresas que já operam no comércio exterior e ainda não conseguiram suprir suas deficiências operacionais porque lhes falta um trabalho de consultoria na montagem e gestão da equipe de intervenientes.

 

Claudio César Soares,54, é consultor da Rede Dr. Comex.

 

Curta a página do Dr. Comex e mantenha-se atualizado: facebook\Dr. Comex

Fonte: Export Manager